• Facebook Page: 100001669673492
  • Orkut: 16734120972210224722
  • Twitter: refriquinari
  • YouTube: refrigerantesquinari
Simple Joomla Templates

Mitos e Verdades sobre refrigerantes

PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Qua, 26 de Janeiro de 2011 13:26

Existe risco de contaminação em latas de bebidas?

Não.

Em 2003, o Centro de Tecnologia de Embalagem (CETEA) do Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), conduziu um estudo, encomendado pela indústria de embalagens, para análise da qualidade higiênica das latas de refrigerante e cerveja, embalagens plásticas de água mineral, além de copos de vidro e canudos, em função da condição de estocagem e comercialização. O material analisado foi coletado em bares, restaurantes, supermercados, distribuidoras, vending machines, ambulantes e quiosques.

Veja os resultados:

- 100% das latas analisadas pelo CETEA/ITAL estão dentro dos padrões sanitários (aqueles que apontam o risco potencial de doenças) estabelecidos pela ANVISA, por isso não apresentaram microrganismos causadores de doenças;

- 100% das latas analisadas estão dentro dos padrões higiênicos (aqueles que apontam as condições de higiene das superfícies, e não estão diretamente relacionados a transmissão de doenças) estabelecidos pelo Estado de São Paulo;

- 86% das latas estão dentro dos critérios para utensílios de mesa, como garfos, colheres e pratos, que indica como satisfatório o CPP de até 100 por cm2 (segundo o critério Tiedman).

Para o biomédico Dr. Eneo Alves da Silva Junior, especializado em Microbiologia, Imunologia e Análises Clínicas e Mestre e Doutor em Microbiologia Aplicada aos Alimentos pelo Instituto de Ciências Biomédicas da USP, as latas apresentaram condições higiênico-sanitárias satisfatórias, principalmente porque não foi identificado nenhum microrganismo patogênico” afirma o Dr. Silva Junior. “A própria superfície de alumínio, em condições normais, é lisa, seca e sem nutrientes, ou seja, não oferece ambiente propício para a multiplicação de microrganismos, dificultando a sobrevivência dos mesmos”.

É verdade que refrigerante engorda?

Um estudo feito nos EUA mostra que em 10 anos, o número de Estados com 20% da população obesa subiu de 8 para 52. Mas que em contrapartida, a ingestão calórica do americano subiu apenas 1%, o que leva à conclusão de que a obesidade é decorrente, principalmente, da falta de exercícios físicos e vida sedentária.

O peso ideal deve ser alcançado e mantido por meio de equilíbrio alimentar, prática de exercícios físicos e vida sem stress. O refrigerante diet/light é uma alternativa recomendada em dietas de controle alimentar.

O refrigerante causa celulite?

A celulite tem causa multifatorial. Um dos fatores mais importantes no desenvolvimento da celulite é a hereditariedade (genética), sendo que, tanto a alimentação, quanto a prática de exercícios físicos podem ser determinantes para o seu aparecimento. Também o fator hormonal tem grande participação no aparecimento da celulite, por essa razão é própria do sexo feminino. Alterações enzimáticas e metabólicas também contribuem para a formação da celulite.

A afirmação de que refrigerantes isoladamente poderiam causar celulite não tem base científica. De acordo com vários estudos e pesquisas, não existe nenhuma indicação de que o refrigerante seja uma causa determinante do seu aparecimento. Na verdade, tanto alimentos quanto bebidas não dietéticas irão aumentar o número de calorias que uma pessoa ingere. O que poderá causar celulite é o excedente de calorias, resultante da combinação de falta de exercícios, maior ou menor propensão genética e alimentação desequilibrada.

A tese de que o gás do refrigerante é causador de celulite também não é verdadeira: a maior parte do gás carbônico é formado no próprio organismo como um subproduto do metabolismo de carboidratos, proteínas e gordura. O gás ingerido com a bebida é expelido pela boca e/ou absorvido pela mucosa intestinal, indo para a corrente sangüínea, sendo posteriormente eliminado pelos pulmões.

Fonte: Dr. Ricardo Ribeiro, médico cirurgião plástico, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Membro Correspondente da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica

A cafeína vicia e causa osteoporose.
Essa afirmativa é um mito.

A cafeína é classificada como segura e não há estudo que comprove que faça mal.

Não há psicotrópicos nas formulações de refrigerantes e a cafeína só causa síndrome de abstinência em alguns heavy users, mas mesmo nesses casos, após uma semana sem consumo, cessa.

A osteoporose tem fatores combinados (genética, tipo físico, ingestão de cálcio) e não há correlação direta da cafeína com a osteoporose no conjunto de evidências.

Fonte: FDA, Estados Unidos


É verdade que o refrigerante é corrosivo e limpa a pia?

Não é verdade. Os níveis de acidez de um refrigerante são menores que os de qualquer suco cítrico.


É verdade que o refrigerante causa diabete?

Não, os refrigerantes não causam diabete. Não há estudo que relacione a doença com ingestão de refrigerantes. O diabete é apontado como doença correlata à obesidade. Também não existe relação direta entre refrigerantes e obesidade, causada por uma correlação de vários fatores, entre eles sedentarismo, dietas desequilibradas e predisposição genética.

Refrigerante causa doenças cardíacas?

Não há qualquer relação direta entre refrigerantes e doenças cardíacas e nenhum estudo comprova tal afirmação. Há muitos fatores associados ao risco de doenças cardíacas, um dos quais é a obesidade. Controlar o peso através de uma dieta equilibrada é uma importante medida preventiva.

Refrigerante causa cárie?

Não há estudo que relacione a cárie ao consumo de refrigerantes. Qualquer produto que contenha carboidratos – como pães, massas, feijão, biscoito ou refrigerantes – pode contribuir para o desenvolvimento de cáries. No entanto, alimentos que permanecem por mais tempo na boca têm maior probabilidade de causar cáries. A melhor forma de prevenção contra cáries é conservar hábitos adequados de higiene bucal. Uma boa campanha educacional de saúde pública e a introdução da escovação e aplicação de flúor são fundamentais para vencer esse problema.


Add this to your website
  free pokerfree poker

Enquete

Qual seu refrigerante favorito?
 

Destaque

Nós temos 11 visitantes online